A Guerra do Fogo – A Ciência ao Serviço da Floresta

Portugal continental é um território de grande densidade florestal, sendo os incêndios florestais um dos riscos mais prementes para a integridade territorial e a segurança dos cidadãos. Só nos primeiros dez meses de 2017 arderam 418.000 hectares de floresta, o que corresponde a 4,5 por cento do território nacional, com perda de vidas humanas. O conhecimento científico tem respostas contra estes incêndios, podendo garantir ao mesmo tempo o reequilíbrio da floresta e a sua sustentabilidade.

Na Semana da Ciência e da Tecnologia, de 20 a 26 de Novembro, a Rede Nacional de Centros Ciência Viva dá voz a instituições científicas e aos cidadãos para discutir os contributos da ciência e da tecnologia na valorização da floresta e prevenção dos incêndios florestais.

O debate organizado pelo Centro Ciência Viva do Lousal – Mina de Ciência, terá lugar no Cineteatro Grandolense, no próximo dia 25 de novembro, pelas 15 horas e contará com a presença dos Bombeiros Mistos de Grândola, Proteção Civil e Guarda Nacional Republicana.